CORRIDA DE RUA

         A corrida de rua, ou "pedestrianismo", como também é conhecida, é uma das modalidades do atletismo que mais vem crescendo e atraindo adeptos em todo o mundo. 

Atualmente, existem milhares de corredores, profissionais ou amadores, que participam de competições dentro e fora de seu país, e que, em diferentes distâncias, como as provas de 10 km, 21,095 km (Meia Maratona) e 42,195 km (Maratona), buscam por superação, recordes ou simplesmente por uma melhor qualidade de vida.

Apesar de ser uma prática saudável e muito recomendada, participar de uma corrida de rua requer uma preparação especial.

O INÍCIO 

Antes de tudo, é importante dizer que, para realizar uma corrida com segurança, você deve procurar um profissional qualificado (Educador Físico) que o auxilie em seus treinamentos.

A AVALIAÇÃO MÉDICA ESPECIALIZADA 

Deve ficar claro que, para obter parâmetros seguros de treinamentos, é extremamente importante passar por uma avaliação médica especializada, onde através de testes cardiológicos, análises ortopédicas e a avaliação nutricional, você receba todo o subsídio profissional necessário para a realização de uma corrida com qualidade, evitando assim, problemas de saúde e lesões.

OS TREINAMENTOS 

Para a realização de um bom treinamento, alguns princípios devem ser respeitados no momento da prescrição dos exercícios. São eles:
  • Princípio da individualidade biológica - Se refere à prescrição do treinamento respeitando as características fisiológicas individuais do aluno como por exemplo: freqüência cardíaca, VO2máx, limiares de treinamento.
  • Princípio do aumento progressivo de cargas - Mostra que um aumento gradativo de cargas tem grande influência no resultado final de um treinamento, principalmente em provas de Meia Maratona e Maratona, onde as rodagens sugeridas em treinamento são mais altas do que as das provas de 10km. Essas cargas podem ser interpretadas como sendo o volume (distância a ser percorrida em um treinamento) e intensidade (velocidade em que será percorrida essa distância).
  • Princípio da super compensação - Aqui, a principal mensagem é que para todo treinamento, existe um período de descanso (recuperação) adequado, que serve tanto para a restauração dos substratos energéticos (glicogênio) e líquidos corporais como também para a recuperação das fibras musculares desgastadas durante a corrida.

Respeitar a recuperação é tão importante quanto realizar o próprio treinamento. 
Lembre-se: independente de que nível você está, o importante é que não sejam ultrapassadas etapas do seu treinamento. 

Ter pressa não é o mais indicado quando estamos nos referindo a melhora da performance, pois ninguém se torna um grande corredor da noite para dia. Para isso é preciso dedicação, paciência e disciplina.


TRIATHLO 

È uma palavra grega que designa um evento atlético composto por três modalidades. Atualmente, o nome triatlo é em geral aplicado a uma combinação de nataçãociclismo e corrida, nessa ordem e sem interrupção entre as modalidades. Exceto o Ultraman que é feito em 4 dias

FORMATO

Pode-se classificar as provas de Triatlo de acordo com as distâncias percorridas e com os locais onde as provas são disputadas. As principais são as seguintes:

Sprint: 750 metros de natação / 20 km de ciclismo / 5 km de corrida

Triatlo Olímpico: 1.5 km de natação / 40 km de ciclismo / 10 km de corrida

Meio-Ironman ou Ironman 70.3: 1.9 km de natação / 90 km de ciclismo / 21 km de corrida

Ironman: 3.8 km de natação / 180 km de ciclismo / 42 km de corrida

Ultraman: 10 km de natação / 421 km de ciclismo / 84 km de corrida (Esta prova é a única que é feita em três dias)

Existe também uma variante de inverno deste desporto que tem lugar na neve e que geralmente consiste de esqui de cross country, ciclismo de montanha e corrida (nesta ordem).

Outras variantes populares são os chamados triatlos de aventura ou off Plicou, que consistem de natação, ciclismo de montanha e corrida cross copri e o Triatlo Rápido, que consiste em provas mais curtas, totalizando menos de 20 minutos por bateria, em baterias subsequentes com intervalos pré-determinados.



A ALIMENTAÇÃO 

Em uma alimentação balanceada, devemos ter, em nossa ingestão diária : 
  • de 60 a 70% de carboidratos, 
  • 25 a 30% de lipídeos 
  • e cerca de 10 a 15% de proteínas. 
Em corredores, o consumo de carboidratos deve ser aumentado para evitar o esgotamento gradual das reservas de glicogênio, que pode ser causado por dias consecutivos de treinamento intensivo.

Logo após o término de sua corrida e/ou treinamento (até 4 horas) é interessante fazer uma dieta rica em carboidratos, objetivando auxiliar a síntese de glicogênio dos músculos e do fígado.

Procure não fugir de sua rotina alimentar no dia da prova. Isso pode provocar algum tipo de distúrbio intestinal e atrapalhar seu desempenho.

A HIDRATAÇÃO 

A corrida resulta numa grande perda de água para o atleta. Por isso, é preciso se hidratar antes, durante e após a atividade praticada. 

Não há uma regra definitiva para saber a quantidade de líquido necessária para repor a perda, mas é consenso entre especialistas que deve se ingerir líquidos antes de ter sede. 

Assim, ingerir de 250 ml a 600 ml de líquidos, em etapas, duas horas antes da corrida garante um nível adequado de hidratação e tempo suficiente para eliminar o excesso. 

Durante a corrida, a quantidade de líquidos a ser tomada deve tentar repor a quantia perdida através do suor. Em média de 250 a 300ml a cada 20 minutos. 

Além de água, é interessante que o atleta tome outros tipos de líquidos durante o exercício, como os isotônicos, visando à reposição de outras substâncias como sais minerais.

OS EQUIPAMENTOS 

Quando pensamos em corrida, a primeira coisa que vem em nossa cabeça é: "preciso de um tênis". Hoje, existem vários tipos e marcas que são considerados adequados para a prática de corrida. 

Uma escolha acertada trará mais conforto e segurança para o atleta. Palmilhas especiais também ajudam a amortecer o impacto do contato com o piso. A escolha do vestuário - camiseta, calção, meia e boné - também deve levar em consideração o conforto e adequação ao clima.

Ter parâmetros seguros para prática esportiva é extremamente importante, e o mais indicado para isso é a aquisição de um bom monitor de freqüência cardíaca. Há vários tipos de relógios equipados com cronômetros e com funções específicas, basta você escolher um.